A força que move o Apadrinhe um Sorriso para seguir é saber que nós temos que nos fortalecer fazendo ações como os encontros do Sarau de Poesia. A faixa etária da manhã são justamente de crianças de 7/8 anos (a mesma idade da menina Agatha assassinada no Complexo do Alemão. “Eles combinam de nós matar é a gente combinar de sobreviver”. O livro escolhido de hoje foi a “As cores e as dores do Mundo”. A literatura sendo usada como mecanismo para lidarmos com a dor.
Eles/Nós merecemos viver.
Deixamos aqui registrado que Favela não é plataforma de tiro

Morador não é alvo.

As cores e as dores do Mundo – A literatura como mola de transformação social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *