Fomos convidados pela @acaodacidadania para realizar um trabalho de sensibilização sobre o retorno da ausência da alimentação na mesa das pessoas mais vulneráveis.
Por conta da pandemia o Apadrinhe um Sorriso vem realizando um trabalho com as famílias do Parque das Missões e Beira Mar doando cesta básica.

Só que o número de famílias que nos procura aumenta cotidianamente enquanto as doações pararam de chegar.
O mesmo vem acontecendo com outras organizações que atuam na linha da frente de apoio para essas famílias.

Essas fotos visam mostrar que essas pessoas existem e resistem.

“A fome nunca passou batido na minha vida, mas agora atinge meus filhos. Sou a terceira geração que passa fome. Isso me corta ao meio. Saber que esse ciclo vai se manter. Com a pandemia perdi meu emprego. Não tinha carteira assinada. Ao negociar com o patrão nada consegui. Estou na espera. Enquanto isso meus filhos tomam água suja com fuba.”

Olhar para o outro como queremos ser olhados deveria ser a chave q move políticas públicas nesse País, mas vemos no cotidiano dos territórios vulneráveis que o apoio não chegar para quem dele precisa.

Nós do Apadrinhe um Sorriso seguimos em rede buscando minimizar os impactos das violações de direitos na vida dos moradores do nosso território de atuação.

 

POR COMIDA E POR VACINA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *